Blog Mario Enzio

Aprecio a leitura, não me canso de intercalar assuntos, para aprofundar-me, especializar-me, em algum tema que estudo. O que mais gosto de ler? O livro que está me falando ao coração naquele momento.

Promessas

20 de janeiro de 2016

promessasPromessas estão entre as ações que pessoas concordam entre si ou consigo mesmas. Pelo menos, deveria ser assim. Vejo que algumas promessas são cumpridas, do tipo religioso, com muito fervor, com dedicação e até com determinação.

As pessoas que cumprem essas promessas são capazes de se deslocarem por quilômetros para confirmar a sua fé e pagar uma dívida que tem para com um santo que lhe alcançou uma graça.

Mas, têm pessoas que nem esse tipo de promessa consegue cumprir. Chegam a fazer um acordo mental, afirmando que depois irão exercer esse dever. Na base do “quando der ou puder, eu pago”.

Essas pessoas não são as boas pagadoras de promessas. Elas deixam para outra oportunidade. E, sabe-se lá quando isso era acontecer.

Afinal, o que são promessas? E por que as pessoas nos cobram pelo que prometemos?

Uma promessa pode ser algo que alguém pretende cumprir, que acontece com pessoas que aceitam um acordo, um contrato, que conseguem com esforço pagar uma dívida. Quem promete sabe que tem uma missão pela frente, é uma obrigação moral.

Já os que não estão interessados, que só prometem para se livrar de um compromisso, são aqueles da chamada promessa conversa mole, uma lorota, de um papo furado.

Essas são as promessas que ficam jogadas para o canto, e que não passam da vontade. A pessoa só fica afirmando que irá cumprir, mas que “agora não dá”, ou que “a qualquer hora dessas irá dar um jeito e cumprir”. Pois é, não acredite, é pura enrolação!

Alguém que de fato, quer cumprir uma promessa, não fica nesse estado de enganação. Quem tem palavra, não quebra um juramento. Mas, entendo que jurar ou prometer estão em baixa hoje em dia. Então: se prometer, tente cumprir!

Crédito foto: banco_de_fotos

Compartilhe:

Comentários


Leia também

Coragem

De alguma forma, se fosse possível medir, todos nós temos certo grau de coragem. A coragem é uma virtude.

Leia mais

Surpresa!

Chegando nessas épocas de festas, eu penso: que tal dar um alô, um abraço, um aperto de mão, um toque de puro entusiasmo para uma pessoa querida?

 

Leia mais