Blog Mario Enzio

Aprecio a leitura, não me canso de intercalar assuntos, para aprofundar-me, especializar-me, em algum tema que estudo. O que mais gosto de ler? O livro que está me falando ao coração naquele momento.

Falar Sério

30 de outubro de 2015

Será que o que falamos consegue passar o que queremos comunicar? Creio que precisamos nos entender primeiro em relação a essa frase. Valeria à pena começar delimitando nosso texto e perguntar: o que é lógica? É quando o raciocínio é coerente, acertado, quando há bom senso no que expomos em nossa fala ou na escrita.

É a função critica do pensamento, quando o discurso, a maneira de falar de alguém, é racional. O que resulta numa informação normal das coisas. Somos seres pensantes e falantes. Nem sei o quanto de pensantes, mas somos muito falantes. Enfim, nos comunicamos de alguma maneira. Pessoas sempre estão pronunciando, articulando, um conjunto de palavras.

Ao chegarmos perto de uma roda de conhecidos, se estivermos por dentro da conversa, podemos até conseguir compreender senão teremos que pedir para que uma pessoa nos explique do que estão falando.  Mas, em muitas vezes, há indivíduos que entram numa conversa sem saber do assunto. E aí é que começa o problema: falam, explicam, e nem sabem do que estão raciocinando.

O que podemos pensar? Que essas pessoas são mal informadas, deslocadas do grupo, que estão fora do assunto ou que são limitadas na matéria. Aí é que está o ponto de avaliação: temos que compreender se o erro é nosso ou se foi na maneira de como o outro falou. Se ele falou e não disse nada.

Assim, uma pessoa pode falar o que quiser, pode até ter lógica, que seja coerente, mas que não terá nada a ver com o que estamos conversando naquele momento. Por exemplo: se o grupo está falando de futebol, não venha contar como a massa do pão desandou.

Conversar educadamente depende do assunto e do contexto. Não componha frases apenas para emitir algum tipo de som sem qualquer significado.

Crédito da foto: pt.wix.com

Compartilhe:

Comentários


Leia também

Coragem

De alguma forma, se fosse possível medir, todos nós temos certo grau de coragem. A coragem é uma virtude.

Leia mais

Surpresa!

Chegando nessas épocas de festas, eu penso: que tal dar um alô, um abraço, um aperto de mão, um toque de puro entusiasmo para uma pessoa querida?

 

Leia mais